Meus queridos amigo seguidores

segunda-feira, 4 de abril de 2011

"Nada é pra sempre."



Nada é pra sempre
Nem a tristeza inconsolada
Muito menos a alegria estridente.

Não... não pode durar...
A angustiante espera
Nem o brilho do olhar.

Nada é eterno
Nem a dor que dilacera a alma
Nem o calor do abraço fraterno.

Tudo muda...
O abrigo que acolhe
O medo que expulsa.

Porém prossigo...
Na esperança de um novo dia
Com passos firmes vendo o sol que se irradia.

Autora:                                


Nonagésimo sexto poema.

Um comentário:

  1. Muito prazer, Rosely, adorei seu blog e suas belas poesias. Bjs.

    ResponderExcluir